Seu futuro começa aqui!

94. 3356 0196
94. 8193 7772 / 94. 9254 6294

 

Matriz Curricular

  

 

FACULDADE PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA AMAZÔNIA-FADESA

____________________________________________________________________________

DEPARTAMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO CREDENCIAMENTO PORTARIA Nº 1083 DE 30/12/2014

PARECER 213/ 2014

 

CRONOGRAMA PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGERANÇA DO TRABALHO

 

 

 

DISCIPLINA

CALENDÁRIO ACADÊMICO

CARGA

HORÁRIA

DIVIDA EM ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO

EMENTA

 

DURAÇÃO DO CURSO

 

18 MESES

 

 

1.

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DA SEGURANÇA DO TRABALHO-20H

 

14/03/2015

 

20H

ASPECTOS HISTÓRICOS, ECONÔMICOS, POLÍTICOS E SOCIAIS. O PAPEL E AS

RESPONSABILIDADES DO ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO.

ACIDENTES NO TRABALHO. RISCOS DE ACIDENTES. NORMAS REGULAMENTADORAS. UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO

INDIVIDUAL (EPI) E COLETIVOS.

 

2.

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTIFÍCO

25,26/04/15

30H

Técnicas e métodos de pesquisa, citações, formatação de trabalhos acadêmicos, projeto de pesquisa para monografia.

 

3.

PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS E EXPLOSÕES

09,10/05/15

 

60H

                Conceito, importância e participação da engenharia de segurança do trabalho na proteção contra incêndios. Legislação e normas brasileiras relativas à proteção contra incêndio. Seguro-incêndio. Relação empresa-segurança. Programas de proteção contra incêndio. Química e Física do fogo. Produtos de combustão e seus

respectivos efeitos. Proteção estrutural: identificação, seleção e análise de materiais. Conceito e avaliação de carga-incêndio. Importância da análise dos processos industriais sob o ponto de vista incêndio. Proteção especial contra incêndioIncêndios florestais. Sistema de detecção e alarme. Agentes extintores. Sistemas fixos e equipamentos móveis de combate a incêndio. Rede de hidrantes. Equipe de combate a incêndio. Inspeções oficiais:órgãos públicos e seguradoras. Laboratórios de ensaios no Brasil.

 

4.

 

PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS -MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E  INSTALAÇÕES NA CONSTRUÇÃO CIVIL  

           

 

13,14/06/15

 

 

27,28/06/15

80H

LOCALIZAÇÃO INDUSTRIAL. ARRANJO FÍSICO.LAY-OUT. ORDEM E LIMPEZA.

CARACTERÍSTICAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL. RISCOS PRINCIPAIS. PRAZO, CUSTO, SEGURANÇA E QUALIDADE. ANÁLISE DE PROGRAMAS CONVENCIONAIS DE SEGURANÇA. CONTROLE DO RISCO. PROGRAMA DE SEGURANÇA NA CONSTRUÇÃO CIVIL. ANÁLISE DOS SUBSISTEMAS: PESSOAL, EQUIPAMENTO, MATERIAL E AMBIENTE. DEFINIÇÃO DE RESPONSABILIDADES E ATRIBUIÇÕES. EDIFICAÇÕES. ESTRUTURAS E SUPERFÍCIES DE TRABALHO. TANQUES, SILOS E TUBULAÇÕES. OBRAS DE CONSTRUÇÃO, DEMOLIÇÃO E REFORMAS. SISTEMAS E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL. COR, SINALIZAÇÃO ROTULAGEM. MANUTENÇÃO E ENGENHARIA DE SEGURANÇA. NORMAS REGULAMENTADORAS

 

5.

 

GERÊNCIA DE RISCOS -60

           

 

04/07/2015

25/07/2015

60H

Natureza e identidade de riscos. Noções básicas de seguro de risco de engenharia. Segurança de sistemas. Fundamentos matemáticos. Confiabilidade e álgebra booleana. Análise e avaliação de riscos. Análise preliminar de riscos, análise de modos de falha e efeito, série de riscos, análise de árvores de falhas. Árvore de eventos e outras técnicas. Riscos e probabilidade, distribuições de probabilidades, previsão de perdas por estatísticas Avaliações, prevenção e controle de perdas. Controle de danos, controle total de perdas. Transferência de riscos. Natureza dos Riscos Empresariais. Identificação de Riscos. Inspeção de Segurança. Análise de

Acidentes. Avaliação das Perdas de um Sistema. Custo de Acidentes. Auto-Adoção de Riscos e Auto-Seguro. Noções Básicas de Seguro. Modelo de um Programa de Gerenciamento de Riscos.Normas Regulamentadoras.

 

6.

ERGONOMIA

 

29,30/08/15

30H

ERGONOMIA. ABORDAGEM ERGONÔMICA DE SISTEMAS. BIOMECÂNICA OCUPACIONAL. ANTROPOMETRIA APLICADA. FISIOLOGIA DO TRABALHO. POSTO DE TRABALHO. CONTROLES E DISPOSITIVOS DE INFORMAÇÃO. FATORES AMBIENTAIS. FATORES HUMANOS NO TRABALHO. ORGANIZAÇÃO E MÉTODOS DE TRABALHO. RISCOS ERGONÔMICOS. NORMAS REGULAMENTADORAS.

7

LEGISLAÇÃO E NORMAS TÉCNICAS DO TRABALHO

 

26,27/09/15

 

40H

1. Legislação em Saúde Ocupacional

2. Legislação sobre Higiene, Segurança e Medicina do Trabalho da CLT

3.  Normas Regulamentadoras

4. Gerenciamento dos Serviços de Saúde do Trabalhador

5. Ambientes e condições insalubres: aspectos legais, limite tolerância, nível de ação,avaliações ambientais quantitativas e qualitativas

6. Resíduos: tipo, coleta, segurança e tratamento. Manejo ambiental de resíduos do domicílio, do comércio e da Indústria.

7.  Serviço de Saúde Ocupacional

8.  Dimensionamento do Pessoal do SSO

9. Exame Admissional

10. Exame Periódico

11. Exame Demissional

12.  Contextualização e Organização

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA;

13.  Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA;

14. Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO

 

8.

Higiene do Trabalho - Riscos Biológicos

 

03,04/10/2015

31/10/2015

01/11/2015

140H

            Conceituação, classificação e reconhecimento dos riscos biológicos.Técnicas de reconhecimento. Classificação e ocorrência, estratégia de amostragem e técnicas de avaliação. Contaminação. Medidas de controle coletivo para agentes biológicos. Medidas de controle individual. Laboratório de manuseio de equipamentos de avaliação de contaminantes biológicos. Normas Regulamentadoras.

 

9.

 

O AMBIENTE E AS DOENÇAS DO TRABALHO

28,29/11/15

50H

            Conceituação e importância. Serviços de medicina do trabalho: atribuições e relacionamento com a engenharia de segurança. Relação entre agentes ambientais e doenças do trabalho. Fatores oriundos das doenças do trabalho que influenciam a produtividade e

o bem-estar do trabalhador. Estudo de doenças do trabalho: doenças causadas por agentes físicos, químicos e biológicos. Doenças do trabalho na indústria e no meio rural. Aspectos epidemiológicos das doenças do trabalho. Agentes tóxicos. Vias de penetração e eliminação dos tóxicos no organismo. Mecanismos de proteção do organismo. Absorção e metabolismo. Mecanismos de

desintoxicação. Sistemas enzimáticos. Limites de tolerância. Limites de tolerância biológicos. Métodos de investigação toxicológica.

10.

PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE

 

05,06/12/15

45H

 

                CONCEITUAÇÃO E IMPORTÂNCIA DA PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE. ASPECTOS LEGAIS, INSTITUCIONAIS E ÓRGÃOS REGULAMENTADORES. CRITÉRIOS E TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E CONTROLE DE POLUENTES DA ÁGUA. CRITÉRIOS E TÉCNICAS DE AVALIAÇÃO E CONTROLE DE POLUENTES DO AR. GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS. GESTÃO AMBIENTAL. NORMAS REGULAMENTADORAS.

 

11.

 

PSICOLOGIA APLICADA À ENGENHARIA DA SEGURANÇA DO TRABALHO-15H      

30/01/16

15H

PSICOLOGIA: O SER HUMANO E O TRABALHO. CARACTERÍSTICAS DA PERSONALIDADE. QUESTÕES RELATIVAS À SELEÇÃO DE PESSOAL (PERFIL PROFISSIOGRÁFICO). REQUISITOS DE APTIDÃO. O PAPEL DO ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO NA EDUCAÇÃO PREVENCIONISTA. PSICOLOGIA DO TRABALHO E DO ACIDENTE DE TRABALHO. COMPORTAMENTO HUMANO NA UTILIZAÇÃO DO EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. A AÇÃO SOCIAL E SINDICAL DO ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO. RELAÇÕES HUMANAS. TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO. TÉCNICAS DE DINÂMICA DE GRUPO TREINAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA NA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. DINÂMICA DE GRUPO. COMISSÕES DE SEGURANÇA DO TRABALHO ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS TÉCNICOS. DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL.

12.

PROJETOS E NORMAS TÉCNICAS DE MONOGRAFIA

 

27/03/2015

30H

 

            Execução e definição do projeto de pesquisa, elaboração da Monografia com defesa em banca.

 

 

 

 

 

 

13

ADMINISTRAÇÃO APLICADA À ENGENHARIA DE SEGURANÇA

           

19/03/2016

30H

CONCEITOS E PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO. ORGANIZAÇÃO DA ÁREA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. POLÍTICA E PROGRAMA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. O INTERRELACIONAMENTO DA ENGENHARIA DE SEGURANÇA COM AS DEMAIS ÁREAS DA EMPRESA. OS ASPECTOS ÉTICOS DA PROFISSÃO DE ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO. RECURSOS DE INFORMÁTICA DE INTERESSE DA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. RELAÇÃO CUSTO-BENEFÍCIO. ELABORAÇÃO ORÇAMENTÁRIA PARA A EXECUÇÃO DE UM PROGRAMA DE SEGURANÇA. ENTIDADES E ASSOCIAÇÕES NACIONAIS, ESTRANGEIRAS E INTERNACIONAIS DEDICADAS E RELACIONADAS À PREVENÇÃO DE ACIDENTES.